5 tendências de turismo que vão acelerar as vendas de atrativos turísticos ainda em 2021

Depois de um ano de 2020 desafiador e conturbado, o turismo tem pela frente uma série de mudanças que devem alterar a realidade das viagens internacionais e domésticas, em consequência do novo comportamento dos viajantes.

O desejo por viver novas experiências agora divide espaço com o desejo de se manter em segurança. Ao mesmo tempo, junto com as pessoas, todos ou grande parte dos setores tiveram o processo de digitalização acelerado, fato que aponta para as várias transformações que o setor do turismo está lidando neste momento.

E elas não param por aí. As tendências do turismo mostram caminhos que todos os agentes do setor, de receptivos a hotéis, companhias de aviação até atrativos gastronômicos locais precisarão encarar e se adaptar para atrair os viajantes, oferecendo novos benefícios dos quais os turistas não abrem mão.

Pensando nisso, com base em nossa experiência auxiliando dezenas de receptivos turísticos em todo o Brasil, somado a estudos e pesquisas nacionais e internacionais de consumo, nós elaboramos um ranking de tendências do turismo para 2021 e para os próximos anos que você não deve deixar passar. 

Acompanhe e prepare-se para as transformações que já estão ocorrendo e que vão ser parte da nova realidade a partir de agora.

1 - Automação nos processos

Basta voltar alguns anos para entender os avanços causados pela tecnologia no setor de turismo: até 2010, apenas 25% das operadores de turismo utilizavam ferramentas de reservas online. Em 2019, este número já era de 71%.

As empresas de turismo que estavam se digitalizando em ritmo progressivo foram obrigadas a acelerar este processo, realizando-os de maneira quase imediata para benefício dos viajantes.

Reservar uma viagem, hotel ou passeios por telefone não é mais uma realidade há muitos anos, mas agora, mais do que nunca, negociar presencialmente em um escritório com um agente de vendas também deixou de ser habitual - e por enquanto, seguro.

Apesar dos desafios, isso tem potencial de trazer ainda mais resultados positivos para o setor: a digitalização levou a um aumento nas reservas online, tornou o investimento em publicidade mais barato para os negócios turísticos e mostrou que os clientes estão aproveitando cada vez mais a conveniência que a digitalização oferece.

Dessa maneira, as empresas experimentaram um crescimento mais rápido e maior lucratividade. Fato que representa um alerta para os receptivos que ainda não utilizam um sistema de reservas online ou que fazem as reservas digitais de forma manual, entregando pouca comodidade aos turistas.

Mais do que digitalizar, agora é necessário automatizar os processos para voltar a ter lucratividade: é preciso garantir que clientes possam fazer reservas por canais diversos; é necessário ter integrações na loja virtual e ferramentas que facilitem os pagamentos.

O período de retomada é ideal para explorar essa tendência do turismo, usando todo o potencial da tecnologia para se recuperar mais rápido.

2 - Mais reservas pelo celular, menos pelo desktop

Trata-se de uma pequena mudança, mas que representa uma alteração no comportamento dos turistas que compram online.

As reservas mobile são um aspecto importante da digitalização. Durante muitos anos, a prática de procurar pelo smartphone, mas concluir a compra pelo computador foi muito comum em vários setores, inclusive na indústria do turismo.

No entanto, com o avanço da digitalização, de sites e apps cada vez mais amigáveis, operadoras já relatam que 2 a cada 5 reservas feitas online tem como origem um dispositivo móvel.

Tais compradores são considerados valiosos por alguns motivos:

Soluções como o AirBnb demonstram que é possível criar e entregar uma boa experiência móvel, garantindo com que turistas possam navegar por diferentes informações, visualizar imagens e fazer reservas através do smartphone.

Cabe aos receptivos e ao setor do turismo buscar plataformas cujo a loja online seja intuitiva e ofereça a autonomia, qualidade e praticidade que os viajantes necessitam para realizar uma conversão.

3 - Experiência personalizada

A personalização da experiência é um fator importante, que deve começar muito antes do passeio ou da atividade no destino final.

Segundo dados do Think With Google, 57% dos viajantes acreditam que as empresas devem personalizar a experiência de compra, fazendo ofertas de acordo com o comportamento, preferências e escolhas anteriores do viajante.

Dessa maneira, a personalização começa quando o turista vê o anúncio nas redes sociais ou uma oferta no site. A partir disso, as demais sugestões de viagens, passeios e mensagens destinadas a ele devem ser personalizadas com a forma que o cliente prefere.

É possível fazer tudo isso usando ferramentas de marketing e plataformas de venda online que facilitem a integração com o Google, Facebook, Instagram, WhatsApp e que criam um ambiente atrativo para aquele cliente.

Além disso, no setor do turismo a personalização também é fundamental na oferta do passeio e da viagem. Mais do que nunca, a flexibilidade de datas que se adaptam e podem ser alteradas conforme a necessidade do viajante - ou das medidas de restrições - tem chance de satisfazer mais os turistas.

No artigo nós sugerimos algumas ações para tirar proveito das redes sociais, interagir com os turistas e entender melhor a preferência deles por meio de um canal direto de contato.

4 - Checkout rápido e transações sem dinheiro

Finalização rápida das compras, sem obrigar o cliente a preencher formulários de cadastro com dezenas de campos é comprovadamente um fator que aumenta o número de conversões.

Dessa maneira, garantir que a sua loja ofereça o checkout rápido para que o cliente tenha praticidade ao comprar representa um grande diferencial.

Além disso, receptivos turísticos devem tirar proveito de soluções como PIX e pagamentos por QR Code. 

Trata-se de uma tendência que traz conforto e segurança aos viajantes, pois reduz o risco de perdas e roubos, possibilitando que as transações sejam feitas todas pelo celular.

Tais formas de pagamento também evitam contato direto, reforçando as medidas de prevenção do covid, que serão fundamentais nessa retomada.

5 - Dica bônus: potencial do turismo regional

O crescimento das viagens domésticas é uma realidade por uma série de fatores: pela insegurança de protocolos mundiais que assegurem que o turista conseguirá entrar no país; pelo medo de passar muitas horas voando; pela insegurança de ser surpreendido com novas medidas e variantes, etc.

Além disso, o turismo regional permite que famílias viagem de carro, oferecendo mais controle na hora de manter o distanciamento.

Tais fatos farão com que o turismo regional e local seja alçado, e todos os negócios do setor podem e devem tirar o máximo potencial disso:

Em uma pesquisa do Booking.com, 55% pretendem conhecer um novo destino na região em que moram; 59% querem passar a curtir a beleza natural da sua terra; e 63% planejam viajar para algum lugar – perto ou longe – que já conhecem, por esse ser um destino familiar.

Preste atenção aos novos clientes, mas os dados demonstram que é necessário se relacionar com os turistas que já passaram pelo seu receptivo.

Essa retomada do turismo é um desafio e tanto, mas o ranking de tendências confirma uma série de mudanças tecnológicas, de comportamento dos turistas e nas escolhas de viagem que tem potencial para impulsionar esta retomada.

Com a digitalização, negócios que utilizam ferramentas e soluções online para alcançar o turista, para personalizar ofertas e para integrar as vendas em diferentes canais sairão na frente.

Se você ainda está enfrentando o processo de digitalização mais do que tirando proveito dos benefícios dessa nova realidade, converse com um atendente da Paytour e conheça todos os benefícios de montar sua loja online em nossa plataforma.

A Paytour tem as soluções de venda, reserva, gestão de comissões e afiliados, e ainda auxilia nas etapas de marketing e relacionamento com o cliente.

Clique para iniciar uma conversa no WhatsApp e transformar a forma como o seu receptivo utiliza os canais digitais. Vamos juntos impulsionar a retomada do turismo, começando pelo seu negócio 💪🏽 

Como tirar o melhor proveito das vendas online no turismo e entregar o que o viajante espera?

Tão grande quanto o prejuízo do turismo no ano de 2020 foi o crescimento das vendas no comércio eletrônico. Dados de uma pesquisa da Ebit/Nielsen apontam que o faturamento com as vendas online cresceu 45% no primeiro semestre de 2020.

As mudanças causadas pelo isolamento também fizeram com que 7,3 milhões de brasileiros fizessem sua primeira compra online durante o primeiro semestre do mesmo ano.

São dados que demonstram que as vendas online avançaram de tal forma que, para os negócios, não estar disponível online para ser facilmente encontrado pelos consumidores pode ameaçar a saúde e longevidade de qualquer negócio, sobretudo do turismo.

Neste artigo nós explicamos como explorar as vendas online com assertividade, quais recursos utilizar para aumentar as conversões e oferecer exatamente o que o cliente precisa.

Como trabalhar com vendas online no turismo

Você sabia que 63% das ocasiões de compra começam online? 

O dado impressionante divulgado pelo Think With Google mostra que, independente se a pessoa compra em uma loja online ou física, grande parte da pesquisa inicial sempre começa pelo digital.

Um fato bastante importante para receptivos turísticos e demais empresas do setor que prestam serviços locais.

Neste cenário, as plataformas de vendas servem como uma conexão que liga destinos, passeios, hotéis e receptivos em um mesmo local, melhorando e facilitando a experiência de compra do cliente.

Mas você sabe o que os viajantes esperam ao fazer compras online?

Loja com navegação fácil e intuitiva

Vendas na internet aumentaram 40% desde o início da pandemia no Brasil.

Além das mudanças óbvias e dos benefícios de ter mais pessoas comprando online, isso também gerou um aumento de desafios: milhões de negócios passaram a ser digitais. 

E aqueles que já eram, aprimoraram ainda mais a experiência de navegação a fim de não perder espaço para os comércios eletrônicos que estavam chegando.

Isso fez com os negócios precisassem investir em plataformas com navegação fácil e intuitiva, personalizada com a identidade e as cores da marca, com vitrines atrativas para os viajantes.

Como no caso da loja desenvolvida pela Paytour para empresas de turismo: todos os receptivos ou profissionais, como guias de turismo, têm acesso a uma plataforma que permite personalizar a loja online, em domínio próprio e com vitrine que permite destacar ofertas, banners e passeios de acordo com a preferência de cada receptivo.

Checkout rápido

Assim como a instantaneidade e o acesso rápido a diferentes informações e formas de consumo é um atributo importante na internet, o mesmo se repete nas lojas virtuais.

Diante do dado que 62% dos consumidores compram todos os meses pela internet, imagina se essas pessoas precisassem realizar o cadastro completo para finalizar uma compra em toda loja que elas acessam?

Por muito tempo foi assim. Mas o esforço exigido para preencher o cadastro fazia com que muitos clientes abandonassem a compra no meio do caminho.

Segundo pesquisas da Baymard Institute, forçar o comprador a criar uma conta é o segundo motivo principal pelo abandono de carrinho.

Por este motivo, o checkout rápido - outro recurso disponível no sistema Paytour, é uma forma de melhorar a experiência de compra do viajante e de aumentar a conversão das vendas.

Controle as taxas e comissões

Tão importante quanto oferecer uma boa experiência ao viajante é oferecer ferramentas de controle e gestão para os empreendedores.

Ter acesso simplificado a relatórios personalizados é fundamental para capacitar os donos de receptivos para uma tomada de decisão assertiva.

Através da plataforma Paytour, é possível controlar comissões e taxas administrativas por meio de relatórios personalizados com interface simples e intuitiva.

Uma solução que facilita a gestão financeira e o planejamento, bem como a análise das estratégias vigentes, permitindo avaliar se elas estão fornecendo o faturamento esperado.

Automatize os pagamentos

A compra online tem adesão tão grande por uma série de fatores:

Por esses e outros motivos, 74% dos consumidores brasileiros preferem comprar online, sendo que a cada 10 compras na internet, 7 são pagas com cartão de crédito

Ao comprar online, estes brasileiros esperam encontrar comodidade na hora de pagar. E os empreendedores, na hora de gerenciar.

Por meio da baixa automática de pagamentos, a Paytour auxilia os empreendedores a automatizar essa parte importante da rotina, dando mais agilidade e eficiência automatizando a baixa de pagamentos.

Além do mais, ainda é possível disponibilizar a opção do cliente efetuar o pagamento apenas no dia da atividade, oferecendo a comodidade de reservar e cadastrar dados com antecedência, facilitando o dia do passeio.

Oferecer um ambiente mobile

Proporcionar uma loja mobile que se comporte bem nos smartphones parece óbvio, mas não é, sobretudo nos negócios de turismo receptivo, que tem operações bastante locais e físicas.

Ainda hoje é comum que muitos sites e lojas virtuais tenham dificuldade para oferecer um ambiente online amigável para compra.

Se antes o consumidor tinha o costume de fazer buscas pelo celular e concluir a compra pelo desktop, muitos negócios correram para solucionar esse obstáculo que fazia muitas vendas se perderem pelo caminho.

Hoje, 80% dos brasileiros usam o celular para comprar na internet e garantir que a loja virtual ofereça um ambiente intuitivo com facilidade no checkout é garantia de aumento nas conversões.

Todos estes dados demonstram o potencial das vendas online para os receptivos turísticos. A Paytour é uma grande parceira nesse desafio de retomada do turismo, auxiliando centenas de receptivos a serem encontrados por viajantes.

Através da plataforma da Paytour, é possível criar uma loja online rapidamente e começar a vender sem perder tempo.

As possibilidades de personalização do ambiente e as integrações com as principais ferramentas, desde WhatsApp até as principais formas de cobrança, como Paypal, Cielo, Rede e Pagseguro são as soluções que faltam para muitos receptivos decolarem as vendas.


Se você quer ser encontrado online, mas não quer ter dificuldade para criar a sua loja virtual, solicite agora um demonstrativo gratuito!