Tudo o que você precisa saber sobre Gestão Financeira no Turismo

O turismo é um setor em constante evolução, com novas oportunidades e desafios surgindo a cada dia. Para que as empresas e profissionais possam se manter competitivos e prosperar, é fundamental que eles tenham uma gestão financeira eficaz. 

Mas como assim?...

A gestão financeira é um processo que envolve a gestão dos recursos financeiros de uma empresa, incluindo a gestão de receitas, despesas, fluxo de caixa, investimentos e outros aspectos financeiros.

São processos que se relacionam diretamente com o que está sendo gasto de custos e investimentos. Em outras palavras, é a base para identificar a saúde e o sucesso financeiro de qualquer negócio.

Mas calma, se você não entende muito bem de gestão financeira ou quer se aprofundar nessa relação que as finanças têm com o sucesso da sua empresa, você chegou ao lugar certo. 

O objetivo deste artigo é fornecer uma visão geral da gestão financeira  aplicada no turismo, incluindo as principais estratégias e técnicas para gerenciar os recursos financeiros de uma empresa de turismo. Então, continue a leitura para saber mais.

O que é Gestão Financeira?

A gestão financeira é definida como o processo de planejamento, gestão e análise dos recursos financeiros de uma empresa. O que inclui a gestão de receitas, despesas, fluxo de caixa, investimentos e outros aspectos financeiros. 

Ela é responsável por garantir que a empresa tenha os recursos financeiros necessários para alcançar seus objetivos e manter-se competitiva no mercado. Uma empresa que não tenha uma gestão financeira eficaz pode, por exemplo, ter dificuldade para gerenciar seus recursos, o que pode levar a prejuízos e a perda de competitividade no mercado.

No mundo digital, onde a atenção dos consumidores é disputada a cada segundo, ter uma estratégia de conteúdo bem planejada e executada é fundamental para se destacar e conquistar clientes. 

E é aí que entra o calendário de conteúdo, uma ferramenta poderosa que pode transformar sua presença online no turismo.

Mas afinal, o que é um calendário de conteúdo? Para entender mais sobre ele, assim como ter acesso a dicas para construir um calendário eficaz para a sua empresa de turismo receptivo, passeios e atividades de lazer, continue a leitura.

O que é um calendário de conteúdo?

Um calendário de conteúdo é um plano estruturado que define quais conteúdos serão publicados em que datas e canais. Essa estratégia ajuda a garantir que o conteúdo seja consistente e regular, facilitando o engajamento dos clientes com a marca.

O calendário de conteúdo também permite planejar com antecedência temas sazonais, eventos importantes e campanhas promocionais, facilitando a coordenação entre equipes de marketing, design e redação. 

Ele geralmente inclui detalhes como tipo de conteúdo, título, palavras-chave, autor responsável, status de produção, datas de criação e publicação, e canais de distribuição.

Ferramentas digitais, como planilhas ou software especializado (Trello, Asana, CoSchedule), são frequentemente usadas para gerenciar esses calendários, proporcionando uma interface acessível e lembretes automatizados para cumprir prazos.

Você também pode gostar:
- 5 passos para acertar a precificação no turismo
Descubra o segredo para vender mais caro no turismo, sem perder clientes
- Como abrir uma empresa de turismo receptivo em 4 passos

Por que a Gestão Financeira é Importante no Turismo?

A gestão financeira é fundamental para o sucesso de uma empresa de turismo. Isso porque ela ajuda a empresa a controlar e gerenciar seus recursos financeiros, garantindo que ela esteja financeiramente estável e pronta para enfrentar os desafios do mercado.

Além disso, a gestão financeira pode ajudar na obtenção de recursos externos, como financiamentos ou parcerias estratégicas. Ao apresentar informações financeiras claras e consistentes, as empresas de turismo tornam-se mais atrativas para investidores e bancos, facilitando o acesso a recursos adicionais para expandir seus negócios ou aprimorar sua infraestrutura.

Outro aspecto crucial é a gestão do fluxo de caixa. No setor de turismo, onde a demanda pode variar ao longo do ano, é fundamental manter um controle eficiente das entradas e saídas de dinheiro. Isso possibilita uma melhor administração dos compromissos financeiros, assegurando o pagamento de fornecedores, funcionários e outras despesas, mesmo durante a baixa temporada.

Funções da Gestão Financeira

Entre as várias funções importantes desempenhadas pela Gestão Financeira para uma empresa, algumas das principais incluem:

  • Planejamento financeiro: Ajuda a empresa a planejar suas despesas e receitas com antecedência, garantindo que ela esteja financeiramente estável e pronta para enfrentar os desafios do mercado.
  • Gestão de receitas: Gerenciar suas receitas de vendas de pacotes, garantindo que ela esteja recebendo o máximo possível.
  • Gestão de despesas: Ajuda a empresa a gerenciar suas despesas com viagens, garantindo que ela esteja gastando o mínimo possível.
  • Análise financeira: A gestão financeira ajuda a empresa a analisar suas finanças regularmente, garantindo que ela esteja financeiramente estável e pronta para enfrentar os desafios do mercado.
Estratégias financeiras são o segredo para se dar bem em empresas de turismo

Tipos de Gestão Financeira

Quando o assunto são as estratégias que podem ser adotadas pelo gestor no que diz respeito ao trato das finanças, as possibilidades são várias. A escolha sobre a que melhor se adequa a cada caso vai depender de uma série de fatores, como objetivos de médio-longo prazo, capacidade de investimentos, tipo de negócio, fluxo de caixa e outros.

Abaixo, listamos alguns dos tipos de gestão financeira disponíveis e suas principais características:

  • Gestão financeira tradicional: Essa é a forma mais comum de gestão financeira, que envolve a gestão de receitas, despesas, fluxo de caixa e investimentos.
  • Gestão financeira contábil: Essa é uma forma mais avançada de gestão financeira, que envolve a gestão de receitas, despesas, fluxo de caixa, investimentos e outros aspectos financeiros.
  • Gestão financeira gerencial: Essa é uma forma mais avançada de gestão financeira, que envolve a gestão de receitas, despesas, fluxo de caixa, investimentos e outros aspectos financeiros, além de também gerenciar a empresa como um todo.

Benefícios da Gestão Financeira

A gestão financeira tem vários benefícios para a empresa de turismo. Algumas das principais vantagens incluem:

  • Melhoria da eficiência: Ajuda a empresa a controlar e gerenciar seus recursos financeiros, o que pode melhorar a eficiência da empresa.
  • Redução de riscos: Possibilita a gestão dos riscos financeiros, o que pode reduzir a probabilidade de prejuízos financeiros.
  • Melhoria da satisfação do cliente: Permite a prestação de serviços de alta qualidade, o que pode melhorar a satisfação do cliente.
  • Melhoria da competitividade: A gestão financeira ajuda a empresa a manter-se competitiva no mercado, o que pode melhorar as chances de sucesso.

Consequências da Falta de Gestão Financeira

Já o descuido com essa gestão pode ter consequências negativas para os negócios. Algumas das principais consequências incluem:

  • Prejuízos financeiros: A falta de gestão financeira pode levar a prejuízos financeiros, o que pode afetar a viabilidade da empresa.
  • Perda de competitividade: Leva a perda de competitividade no mercado, o que pode afetar as chances de sucesso da empresa.
  • Dificuldade para tomar decisões: Dificuldade para tomar decisões informadas, o que pode afetar a eficiência da empresa.

5 Dicas para Melhorar a Gestão Financeira no Turismo

1. Use Ferramentas de Gestão Financeira

A gestão financeira no turismo é um processo complexo que envolve a gestão de receitas, despesas, fluxo de caixa, investimentos e outros aspectos financeiros. Para tornar esse processo mais eficaz, é fundamental utilizar ferramentas de gestão financeira. Algumas das ferramentas mais comuns incluem:

  • Software de gestão financeira: Software como QuickBooks, Xero e Wave podem ajudar a gerenciar as finanças da empresa.
  • Planilhas de gestão financeira: Planilhas como Excel podem ser usadas para criar orçamentos, balanços e relatórios financeiros.
  • Aplicativos de gestão financeira: Aplicativos como Mint e Personal Capital podem ajudar a gerenciar as finanças pessoais e empresariais.
  • Consultoria financeira: Consultoria financeira pode ajudar a empresa a desenvolver um plano financeiro personalizado e a melhorar a gestão financeira.
  • Sistema de reservas com controle de entradas: Ter o suporte de um bom sistema de reservas (como o sistema do Paytour - conheça) para fazer o acompanhamento dos pagamentos e das reservas pode tornar a sua gestão financeira mais prática através de relatorias e informações importantes.

2. Faça a gestão das suas receitas e despesas

A gestão financeira no turismo é fundamental para controlar e gerenciar as receitas e despesas da empresa. Algumas dicas para melhorar a gestão financeira incluem:

  • Definir orçamentos: Defina orçamentos para as receitas e despesas da empresa para garantir que ela esteja financeiramente estável.
  • Gerenciar receitas: Gerencie as receitas da empresa, garantindo que ela esteja recebendo o máximo possível e de forma sustentável.
  • Gerenciar despesas: Gerencie as despesas da empresa, garantindo que ela esteja gastando de forma inteligente, com investimentos certeiros.
  • Identificar áreas de melhoria: Identifique áreas de melhoria e desenvolva estratégias para melhorar a gestão financeira de forma constante.
  • Fornecer treinamento financeiro: Fornecer treinamento financeiro para os funcionários da empresa para garantir que eles estejam bem preparados para lidar com as finanças da empresa.

3. Analise suas Finanças Regularmente

Se você quer ter sucesso e assertividade, a análise financeira regular é fundamental. Algumas dicas para melhorar a análise financeira incluem:

  • Criar relatórios financeiros: Crie relatórios financeiros para analisar as finanças da empresa.
  • Identificar riscos financeiros: Identifique riscos financeiros e desenvolva estratégias para mitigá-los.
  • Desenvolver um plano de emergência: Desenvolva um plano de emergência para lidar com situações financeiras imprevisíveis.
  • Manter-se atualizado: Mantenha-se atualizado sobre as últimas tendências e estratégias de gestão financeira no turismo. E sempre que preciso, alinhe todos os pontos necessários.
O Paytour é mais que um e-commerce turismo

4. Planeje suas Despesas

Viver o presente é essencial, mas se a sua meta é construir uma empresa de turismo com sucesso de longo prazo, precisa de planejamento. Algumas dicas para melhorar o planejamento financeiro incluem:

  • Definir orçamentos: Defina orçamentos para as despesas da empresa para garantir que ela esteja financeiramente estável.
  • Identificar áreas de melhoria: Identifique áreas de melhoria e desenvolva estratégias para melhorar a gestão financeira.
  • Desenvolver um plano de longo prazo: Desenvolva um plano de longo prazo para a empresa, incluindo metas financeiras e estratégias para alcançá-las.
  • Desenvolver um plano de emergência: Desenvolva um plano de emergência para lidar com situações financeiras imprevisíveis.

Os 10 principais erros cometidos na gestão financeira no turismo

Na gestão financeira no turismo, alguns erros comuns podem comprometer a saúde financeira e o sucesso de uma empresa. Evitá-los e adotar práticas financeiras sólidas e estratégicas é essencial para garantir a sustentabilidade e o crescimento de empresas no setor de turismo. São eles:

1. Subestimar a Sazonalidade

Muitos negócios turísticos não se preparam adequadamente para as variações sazonais na demanda. Falta de planejamento para os períodos de baixa temporada pode levar a problemas de fluxo de caixa e dificuldades em manter operações e pagar despesas fixas.

2. Precificação Inadequada

Definir preços sem considerar todos os custos envolvidos e o valor percebido pelos clientes pode resultar em preços que não cobrem os custos ou são muito altos para serem competitivos. Isso afeta a lucratividade e a competitividade do negócio.

3. Falta de Controle de Custos

Não monitorar e controlar os custos operacionais pode levar a desperdícios e despesas desnecessárias. É essencial manter um orçamento rigoroso e revisar regularmente as despesas para identificar e corrigir excessos.

4. Gestão Ineficiente de Fluxo de Caixa

Não manter um controle rigoroso do fluxo de caixa pode levar a problemas graves, como falta de liquidez para pagar fornecedores e funcionários. É vital prever as entradas e saídas de dinheiro para evitar crises financeiras.

5. Negligenciar a Análise de Desempenho

Não acompanhar e analisar regularmente os indicadores financeiros impede a identificação de problemas e oportunidades de melhoria. Sem uma análise financeira adequada, é difícil tomar decisões informadas.

6. Dependência Excessiva de Crédito

Utilizar crédito de forma indiscriminada para cobrir despesas operacionais pode levar a altos custos de juros e endividamento insustentável. É importante usar crédito de forma estratégica e planejar a quitação das dívidas.

7. Falta de Reserva de Emergência

Não manter uma reserva financeira para imprevistos pode deixar o negócio vulnerável a crises, como desastres naturais ou pandemias, que afetam diretamente o turismo.

Resolva tudo de uma vez na hora de criar seus site para vender passeios turísticos

8. Ignorar o Feedback dos Clientes

Não considerar o feedback dos clientes na gestão financeira pode levar a investimentos em áreas que não são valorizadas pelos clientes, resultando em desperdício de recursos.

9. Planejamento Financeiro Insuficiente

Falta de um plano financeiro sólido e de longo prazo pode resultar em decisões reativas e pouco estratégicas. Um planejamento financeiro adequado ajuda a definir metas claras e estratégias para alcançá-las.

10. Desconsiderar o Valor Agregado

Não investir em melhorias que aumentem o valor percebido pelos clientes pode limitar a capacidade de cobrar preços premium e reduzir a competitividade no mercado.

Gestão Financeira e a Precificação no Turismo

Etimologicamente falando, o termo "precificação" pode ser substituído, sem mudar o seu sentido, por "política de preços", por exemplo. Outros termos utilizados são "estratégia de preços", "formação de preços", "metodologia de preços", etc.

A precificação e a gestão financeira no turismo andam de mãos dadas, formando a base do sucesso de uma empresa. Determinar preços adequados é crucial para garantir que as receitas cubram os custos operacionais e ainda gerem lucro. 

Em um setor onde a demanda oscila conforme as estações, ajustar os preços de acordo com a alta e baixa temporada torna-se vital para manter um fluxo de caixa constante. Além disso, conhecer a concorrência e segmentar o mercado conforme a disposição de pagamento dos clientes permite posicionar-se de forma competitiva e atraente. 

Ofertas e promoções, quando bem planejadas, podem atrair mais clientes sem comprometer a saúde financeira. A receita obtida não só sustenta a operação diária, mas também pode ser reinvestida em melhorias na infraestrutura e expansão de serviços, alimentando um ciclo virtuoso de crescimento e satisfação do cliente.

Agora é a sua vez: mãos à obra

Agora que você sabe a importância da gestão financeira no turismo, é hora de tomar medidas para garantir que sua empresa esteja financeiramente estável e pronta para enfrentar os desafios do mercado. 

Não permita que a falta de planejamento financeiro afete a sua empresa e faça com você perca oportunidades. Não esqueça: a gestão financeira é a chave para o seu sucesso.

Compartilhe esse post
Irineu do Paytour
Irineu do Paytour
Analista de Marketing e Comunicação do Paytour.

Outros artigos que separamos para você

Guia completo sobre como empreender no turismo

Neste guia completo, iremos desmistificar o processo de empreender no turismo, oferecendo um passo a passo estratégico para transformar seu sonho em realidade. 

LEIA MAIS →

10 Termos do Turismo que Você Precisa Conhecer

Prepare-se para dominar os jargões do turismo e garantir que suas aventuras sejam tão bem organizadas quanto memoráveis.

LEIA MAIS →

Conheça 7 perfis de turistas para você vender passeios e atrativos

Se você trabalha com turismo, com certeza já percebeu que nenhum turista é igual ao outro.  Cada viajante traz consigo uma série de qualidades e características que delimitam suas preferências de como querem ser tratados ou do tipo de experiências que preferem. É preciso estar atento aos variados perfis de viajantes que buscam seus serviços. […]

LEIA MAIS →

Avaliações

Credenciado

Credenciado

Aceleração

Desenvolvido por Paytour

Vende passeios, atividades ou atrativos turísticos?