Leitura: 5 minutos

Dificuldades para atrair clientes para a sua empresa de passeios turísticos? Nós do Payrtour iremos te dar algumas dicas para mudar isso.

Se você está passando por isso essa é a hora perfeita para avaliar como estão as ações de marketing digital para o seu negócio.  Ao apostarmos em um marketing digital de excelência, o site de vendas dos seus produtos torna-se a principal referência no ramo em que atua, fornecendo conteúdo de qualidade e diferenciais no processo de reservas, com o objetivo de relacionar-se com os Leads e, por fim, auxiliar na venda do seus passeios. Contudo, são necessários alguns passos para que tudo proceda da forma correta: a chamada jornada de compra!

A “jornada de compra” é o nome que damos aos vários passos que uma empresa atravessa no processo de marketing digital. Este passo vão desde a captura de visitantes para o seu site de vendas até o momento em que o cliente finalmente efetua sua primeira compra. A jornada de compra é importante por que cada passo colabora para que o cliente chegue ao destino final. O Paytour te mostra como funciona melhor. Vamos lá?

Entenda sobre a jornada de compra do cliente de passeios turísticos dentro do Marketing Digital

Aprendizado e Descoberta

Esse é o primeiro passo. Nesse estágio, o potencial cliente ainda não tem consciência de nada: nem do seu próprio desejo ou necessidade, nem da capacidade da sua empresa para atender essa necessidade. O que o marketing digital faz neste estágio é simplesmente conseguir a atenção do cliente, o atraindo para que ele se interesse por seus serviços turísticos.

Vamos supor que você tem uma agência de turismo especializada em tours pela Nordeste; e sua agência tem uma página no Facebook. Milhares de pessoas navegam na internet todos os dias. Muitas delas já pensaram vagamente sobre a possibilidade em passar férias na região Nordeste, mas não consideram isso uma prioridade no momento. Outras nunca sequer pensaram em viajar para essa região.

Então você cria uma campanha de posts patrocinados no Facebook, divulgando um texto chamado “Veja as praias mais bonitas do Nordeste”. Muitos desses internautas (que não estão nem pensando em viajar no momento, vamos reforçar) irão clicar no seu post, simplesmente por curiosidade. E parabéns: você acabou de completar o primeiro passo, capturando a atenção de potenciais clientes.

Identificação de um problema

Nesta etapa da jornada de compra, você fará o cliente perceber seu próprio desejo pela viagem e pela oportunidade de turismo no local. Geralmente usamos a palavra “problema”, pois é de praxe que todo modelo de negócios (ou seja, toda empresa) tem como objetivo solucionar um problema dos clientes. Porém, você pode pensar nisso como criação de um desejo, também. Quando falamos de produtos e serviços voltados para o entretenimento, o desejo é uma força maior do que o problema.

Vamos pensar naquela pessoa que viu seu post sobre “As praias mais bonitas do Nordeste”. Se o passo 01 foi dado corretamente, essa pessoa passou a acompanhar seu conteúdo, percebendo progressivamente aspectos interessantes do Nordeste. Você pode produzir novos conteúdos, como “Lugares paradisíacos para se visitar”, “Os pontos turísticos mais românticos”, “10 cidades favoritas do Nordeste pelos viajantes brasileiros”. Isso gera um desejo de visitar o Nordeste e experimentar tudo de perto, inclusive os destinos que você oferece em seu negócio.

É por isso que o conteúdo é tão essencial no marketing digital: um conteúdo consistente caminha sempre na direção de criar o desejo. Todos os conteúdos – textos, fotos, vídeos, podcasts – são desenvolvidos com este objetivo em mente. Um conteúdo mal planejado pode até prender a atenção do potencial cliente, mas não consegue desenvolver o desejo que levará à compra.

Avaliação de uma solução

Agora, o potencial cliente já está consciente de seu próprio desejo, e irá buscar uma solução. Isso significa que ele vai buscar maneiras de satisfazer a vontade de viajar. Sua estratégia de marketing digital precisa estar pronta para mostrar a ele que sua empresa de turismo pode oferecer esta solução. Existem diversas maneiras de fazer isso.

A maneira mais simples é incluir um call-to-action no seu conteúdo. Ou seja, uma pequena mensagem que leve os interessados em viajar a ligar para sua agência, enviar um e-mail, solicitar um orçamento, ou outra ação concreta para realizar a compra.

Porém, existem muitas outras maneiras de fazer com que o cliente considere sua empresa na hora de avaliar uma solução. Você pode criar um conteúdo especialmente sobre a sua agência, falando um pouco sobre os serviços que oferecem, citando o diferencial, fotos de passeios já realizados, avaliações de outros clientes e afins. Você pode até mesmo criar um “simulador de orçamento de viagens” online para facilitar a busca do seu futuro cliente.

Neste estágio, qualquer ferramenta que demonstre a qualidade e o preço oferecidos pela sua agência é extremamente útil.

Decisão de compra

A decisão de compra é o momento em que, finalmente, um cliente decide fechar a compra. No caso de uma agência de turismo, devido ao custo dos serviços envolvidos, o mais comum é que parte desta etapa ainda seja efetuada pessoalmente. Porém, o marketing digital pode ajudar muito, já proporcionando confiança e segurança ao cliente desde o momento da busca.

Usando ferramentas de coleta dos dados dos visitantes de seu site, você pode criar uma lista de prospectos. Então, a equipe comercial da agência pode ligar para esses contatos e oferecer oportunidades de descontos, com a intenção de fechar um pacote de passeios turísticos. A vantagem já existe, pois estes prospectos são do tipo que chamamos de “hot leads” – eles são quentes, ou seja, eles já demonstraram um interesse pelo serviço que você está oferecendo.

Depois de oferecer o desconto, tudo irá depender da capacidade de vendas e negociações da sua equipe. Mas a maior parte da jornada de compra já está completa!