6 passos para criar um plano de negócios para o turismo receptivo

Um bom plano de negócio para o turismo receptivo é, geralmente, a porta de entrada para um universo de acertos neste segmento. Com um projeto estruturado, você tem como saber por onde começar e qual caminho percorrer com o seu empreendimento.

E quando se fala em turismo receptivo, é necessário pensar em pilares estratégicos antes de começar a desenhar o plano.

Um negócio que comercializa atrativos turísticos e demais produtos relacionados ao receptivo de viagens precisa ter ao seu favor a localização e a infraestrutura. Além disso, é importante que existam pontos de atração, como áreas com recursos naturais e de patrimônio histórico e cultural.

Tem uma região assim ao seu dispor para trabalhar?

Então só falta elaborar seu plano de negócios para o turismo receptivo ser implementado com eficiência e você começar a colher os frutos de seu investimento!

Para explicar melhor como funciona um planejamento para o setor de turismo receptivo, elaboramos um artigo com os tópicos essenciais.

Acompanhe!

O que é turismo receptivo e a sua importância no mercado

Basicamente, o turismo receptivo é aquele que visa garantir o conforto e a acessibilidade dos turistas que chegam em seu destino. 

Esse setor engloba serviços que ajudam as pessoas em seu deslocamento, na obtenção de passeios e excursões, assim como de roteiros e visitas guiadas. Todo e qualquer turista precisa de apoio na hora de viajar, seja a trabalho, estudo, lazer ou simplesmente com fins religiosos.

Ou seja, empresas de turismo receptivo serão sempre requisitadas e valorizadas quando elas oferecerem serviços de qualidade. O mercado é amplo e segundo as estimativas atuais, tem tudo para crescer cada vez mais, então vale a pena aprender como fazer um bom plano de negócios para o turismo receptivo.

Apostar em um negócio desse nicho significa também estimular o crescimento de praticamente toda a indústria turística que cerca a área de atendimento. Seu empreendimento vai beneficiar, por exemplo, a hotelaria, a gastronomia, as agências de viagens, os parques temáticos, o setor da aviação ou de transporte rodoviário, entre outros segmentos.

Todos ganham, inclusive você.

Como elaborar um plano de negócios para o turismo receptivo

O plano de negócios é essencial para empresas de qualquer ramo, inclusive de turismo.

Trata-se de um documento que traça as metas e os percursos possíveis para que essas metas sejam alcançadas.

É uma etapa primordial para evitar erros desnecessários na hora de colocar tudo em prática, pois você terá avaliado as possibilidades e as consequências antes de colocar a mão na massa.

Selecionamos a seguir os tópicos mais importantes para serem incluídos em seu planejamento de negócios de turismo receptivo. Confira!

1) Estudo do setor

Esse é o primeiro passo na hora de montar um plano de negócios: saber onde se está pisando.

Estude o setor por inteiro, como está o mercado atualmente, que nichos estão em crescimento e em decadência, se o cenário é favorável e as perspectivas dos especialistas.

Segundo muitas entidades do turismo, o segmento tem tudo para decolar no pós-pandemia. Gilson Machado, ministro do Turismo, corrobora essa afirmação. “Seremos ainda melhores e todo o nosso potencial será transformado em realidade, fazendo com que nosso país seja mais conhecido e, principalmente, valorizado”, disse ele em entrevista recente.

2) Nicho vislumbrado

Dentro do mercado do turismo receptivo, enxergue o nicho que mais se adequa ao seu perfil empreendedor, aliando claro às possibilidades oferecidas pela localização de atuação, uma vez que esse tipo de negócio depende muito da questão geográfica. 

3) Análise da concorrência

Junto à escolha do nicho, procure analisar também quais são as empresas concorrentes que já tem certa relevância em sua região.

Observe os produtos e serviços oferecidos, a forma de atuação, o que eles não fazem (ainda), as possíveis falhas e os acertos, o feedback dos clientes e a autoridade da marca frente ao mercado.

Mapeie a concorrência no seu plano de negócio de turismo receptivo

4) Produtos e serviços oferecidos

Decidiu qual será a área de atuação de sua empresa de turismo receptivo?

Então é hora de determinar quais serão os produtos e serviços oferecidos.

Leve em conta os concorrentes analisados para definir uma cartela diferenciada e seja contido, não dê um passo maior que a perna incluindo serviços demais.

5) Público-alvo e persona

Seu negócio visa atender quem?

Turistas de negócios?

Famílias?

Aventureiros?

Idosos?

Tenha em mente quem é o público que geralmente procura o seu serviço de turismo receptivo. Depois, mapeie a persona de sua empresa, que nada mais é do que um perfil específico do cliente que vai procurar sua empresa e finalizar a compra.

6) Sistema de gestão

Algo que o Paytour entende bem: gestão operacional e financeira eficiente e que permite vender mais.

Em seu plano de negócios, não deixe de incluir qual será o sistema usado para gerenciar as suas vendas, as disponibilidades e reservas, o envio de vouchers, cálculo de lucro, recebimento de pagamentos, entre outros processos.

Um ambiente online para fazer tudo isso é muito importante para negócios modernos e que desejam crescer de forma organizada.

A melhor ajuda para montar seu plano de negócios!

Você não precisa estar sozinho na hora de montar um plano de negócios para o turismo receptivo. Esse processo exige atenção em todos os passos e foco na hora de escolher as melhores opções para seu negócio.

Ter especialistas que entendem do segmento para auxiliar na elaboração desse projeto pode ser a alternativa certa para começar o empreendimento com o pé direito. Um bom plano diminui muito a margem de erro na hora de colocar em prática, ou seja, evita que aconteça o que todo empreendedor tem medo.

O Paytour tem expertise para colocar o seu negócio em um sistema de gestão estruturado e dinâmico, com ferramentas úteis, garantindo ao cliente a melhor experiência de compra. Desde a venda até o momento do atrativo turístico, transporte, guia, ou outro serviço, você vai oferecer uma experiência única, fidelizando o cliente.

O que acha de dar um passo à frente e começar a elaborar já o plano de negócios para sua empresa turística?

Conte com a gente para dar uma mãozinha em seu projeto!

Compartilhe esse post
Marcus Borges
Marcus Borges
Inovar o turismo, potencializando experiências e transformando resultados.

Outros artigos que separamos para você

Lucratividade no turismo online: aumente seus números

Aumentar a lucratividade do seu negócio de turismo no meio online pode parecer desafiador, entretanto se você conta com estratégias que buscam a captação de novas compras, vindas até mesmo de clientes que já efetuaram reservas recentemente em seu e-commerce, isso pode ser mais fácil do que aparenta. Sabe-se que a experiência de compra do […]

LEIA MAIS →

Férias e alta estação: garanta boas vendas no seu e-commerce

Quando os destinos turísticos começam a receber um maior fluxo de visitantes do final para o início do ano é sinal de que a alta temporada está chegando. Esse período tão importante para o turismo é marcado por grande movimentação da economia advinda do turismo, uma vez que também é a época em que as […]

LEIA MAIS →

Como trabalhar com ecoturismo? Veja algumas dicas sobre a profissão e aprenda tudo sobre esse universo!

O ecoturismo está em constante ascensão e promete bons retornos a quem decidir investir nele. Veja aqui orientações para começar a trabalhar na área.

LEIA MAIS →
Ainda não vende seus atrativos na internet?
Clica aqui que a gente te liga