Aprenda a escolher plataformas de turismo ideais para o seu negócio

Já há algum tempo, o mercado de turismo tem sido cada vez mais influenciado pelas novas tecnologias que surgem a todo momento. 

Justamente por causa dessa grande variedade de opções disponíveis, escolher uma plataforma digital que seja ideal para o seu negócio pode ser uma tarefa desafiadora. 

Afinal, é essencial que a plataforma escolhida se adapte às necessidades do empreendimento e ofereça uma experiência de usuário agradável para seus clientes, ao mesmo que atenda aos seus objetivos de negócios. 

Neste artigo, você aprenderá a selecionar plataformas de turismo ideais para o seu negócio, considerando fatores como a funcionalidade, segurança, custo-benefício, entre outros.

Também iremos abordar o conceito real de plataformas de turismo e explicar os benefícios que podem fazer o seu empreendimento prosperar no mercado atual. 

Confira!

O que são plataformas de turismo?

A expressão “plataformas de turismo” é mais comumente utilizada para se referir a sites de venda de pacotes turísticos, reservas de hotel, compra de bilhetes para atrações turísticas, etc.

Contudo, no contexto dos meios de comunicação dinâmicos da atualidade, podemos afirmar que qualquer mecanismo que possibilite a interação de empresas turísticas com seus clientes pode ser chamado de plataforma de turismo.

Afinal, qualquer plataforma digital que é utilizada por entes do setor turístico para exposição dos seus produtos e serviços age como um facilitador de negócios.

Para exemplificar melhor esse conceito, listamos alguns tipos de plataformas que servem muito bem a empreendimentos turísticos. São elas:

  • Sites: que podem reunir diversas ferramentas, como portfólios, lojas virtuais, blogs, motores de reserva e informações gerais sobre a empresa em questão.
  • Aplicativos: uma das ferramentas mais versáteis da atualidade, servem levar os produtos de uma empresa para a palma da mão dos seus clientes, literalmente.
  • E-commerces: sites projetados especialmente para a venda de produtos e/ou serviços que podem perfeitamente ser o elo entre a empresa e os turistas.
  • Motores de reserva: ferramenta que tem grande foco em plataformas de turismo, podendo ser utilizada em sites de agências e Guias de Turismo, por exemplo.

Você viu só como o conceito de plataforma de turismo é bem mais amplo do que se imagina?

Agora, continue lendo para entender quais são as principais vantagens de utilizar uma plataforma de turismo no seu negócio.

Quais são as vantagens de apostar na utilização de uma plataforma de turismo?

De antemão, é válido destacar que, hoje em dia, é no mínimo temerário que uma empresa do setor turístico não trabalhe com nenhuma plataforma digital.

Isso porque, como já explicamos diversas vezes aqui no nosso blog, a realização de negócios no setor turístico está cada vez mais digitalizada, por causa do comportamento dos consumidores.

Então, se você, empreendedor, quer alavancar as vendas do seu negócio, precisa estar presente na internet, operando em uma ou mais plataformas de turismo.

Além da melhor exposição, você terá os seguintes benefícios:

  • Ampliação da audiência: as plataformas de turismo atraem pessoas de todo o mundo, o que significa dizer que determinados empreendimentos podem se internacionalizar rapidamente.
  • Melhor conveniência para o seu cliente: a possibilidade de fazer reservas e pagamentos online, torna o processo de compra mais conveniente e fácil para os turistas.
  • Gerenciamento e controle de reservas: a maioria das plataformas de turismo oferece ferramentas de gerenciamento que podem ajudar o empreendedor a controlar melhor as reservas de produtos e serviços, garantindo a eficiência do processo.
  • Análise de dados: as plataformas úteis a serviços turísticos fornecem dados sobre os padrões de comportamento e preferências dos clientes, permitindo que o empreendedor tome decisões informadas e estratégicas para o seu negócio.
  • Interação com os clientes: através das plataformas de turismo os empreendedores podem se comunicar com os clientes de maneira mais eficiente, o que é ótimo para o bom andamento dos negócios.

Por fim, vale ressaltar que nem sempre é necessário criar uma plataforma própria. Inclusive, na maioria das vezes é mais cômodo que o empreendedor de turismo escolha e utilize uma plataforma já funcional para utilizar no seu negócio.

6 dicas de como escolher uma boa plataforma de turismo

Sem mais delongas, confira as nossas dicas de como escolher uma boa plataforma de turismo para trabalhar. Leia os tópicos abaixo com atenção!

1 - Entenda as necessidades da sua empresa

Antes de escolher uma plataforma de turismo para trabalhar, avalie as necessidades do seu negócio.

Nessa avaliação, considere o tipo de serviço que você oferece, seu público-alvo e as metas do seu empreendimento. 

Fazendo isso, você estará mais propenso a encontrar uma plataforma que se adapte melhor à realidade e aos propósitos da sua empresa.

2 - Faça uma boa pesquisa sobre as plataformas disponíveis

Pesquise as diferentes plataformas de turismo disponíveis, avaliando suas características e funcionalidades. 

Além disso, não se esqueça de ler avaliações e comentários de outros empreendedores de turismo que já utilizam ou utilizaram o serviço em questão.

3 - Compare preços de taxas e comissões

Algumas plataformas podem cobrar taxas mais altas do que outras, portanto, é importante avaliar os custos para garantir que o uso da plataforma não afete negativamente a rentabilidade do seu negócio.

4 - Confira a interface e a integração da plataforma escolhida

Operar numa plataforma que tenha uma boa interface do usuário é importante, pois ela determinará a facilidade de uso da plataforma para seus clientes. 

Nesse sentido, durante a sua busca verifique se a plataforma desejada é fácil de navegar e oferece uma experiência agradável ao usuário.

Ademais, verifique se a plataforma pode ser integrada com outras ferramentas que você já usa em seu negócio, como o seu motor de reservas e CRM, por exemplo.

5 - Veja se a plataforma tem um bom suporte

Escolha uma plataforma que tenha um sistema de suporte ao cliente que seja confiável e eficiente. 

Isso pode ser crucial para resolver problemas rapidamente e manter seu negócio funcionando sem interrupções, sobretudo quando o tráfego de clientes aumentar.

6 - Teste, teste e teste mais um pouco

Por último, a dica que não poderia deixar de estar aqui: ao escolher uma plataforma de turismo para o seu negócio, teste-a à exaustão.

Muitas plataformas oferecem versões de teste gratuitas ou demos, permitindo que você experimente o serviço oferecido e verifique se ele atende às suas necessidades.

Sendo assim, não perca a oportunidade de experimentar a plataforma escolhida o máximo que puder, a fim de dominar as suas funcionalidades.

Paytour: um belo exemplo de plataforma de turismo

Prints do sistema Paytour

Antes de concluir esse artigo, é importante reforçar que aqui no Paytour nós trabalhamos com diversas ferramentas úteis para plataformas de turismo.

Muitas das soluções que oferecemos são exclusivas e pensadas para entregar o máximo de resultados para negócios turísticos, como é o caso do nosso versátil motor de reservas e do programa de afiliados.

Clique aqui e saiba mais!

Compartilhe esse post
Irineu do Paytour
Irineu do Paytour
Analista de Marketing e Comunicação do Paytour.

Outros artigos que separamos para você

Como preparar sua empresa para os feriados?

            Estamos oficialmente começando o mês de Fevereiro e os feriados mais esperados do ano estão se aproximando, como os de Carnaval e da Semana Santa. Esses momentos requerem muita atenção e preparação da equipe para atendimento do seu cliente, não só para ter a melhor experiência, mas também para […]

LEIA MAIS →

Como criar um plano de negócios para turismo rural sem complicações

Estudar o mercado, definir nicho, orçamento e divulgação, são alguns tópicos de um plano de negócios para turismo rural. Faça o seu!

LEIA MAIS →

O impacto da LGPD no ambiente digital

As transformações no ambiente digital vem crescendo cada vez mais e uma delas é a Lei Geral de Proteção de Dados, o qual passou a ter vigência obrigatória a partir de agosto de 2021.

LEIA MAIS →
Você é do turismo e não vende online?
Clique aqui que a gente te liga