O que é o turismo sustentável no Brasil e por que ele é importante?

O turismo sustentável no Brasil segue uma tendência mundial que deve ser observada pelos profissionais da área. Assim poderão trabalhar gerando mais valor em sua atividade, ajudando a preservar o meio ambiente e contribuindo com as comunidades envolvidas.

Pois, o turismo não deve ser visto apenas como uma atividade para agradar ao viajante e gerar lucros. As mudanças que estão ocorrendo em nossa sociedade exigem um olhar mais profundo sobre a questão.

Neste texto, você vai entender do que se trata o turismo sustentável e como diferenciá-lo de outros termos parecidos. Também vamos falar sobre como esse tipo de atividade está se desenvolvendo no Brasil e no mundo e quais as formas de implementar o conceito.

Você sabe o que é turismo sustentável?

O turismo sustentável tem a proteção ambiental como um de seus pilares, mas seu conceito é mais amplo, pois ele também pretende satisfazer os visitantes e valorizar as comunidades locais e do entorno, ajudando a preservar sua história e cultura e gerando emprego e renda.

O termo surgiu em 1992, na conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente e o desenvolvimento, e está sendo difundido pouco a pouco.

Mas, não se trata de um mero nicho do turismo como o ecoturismo, sendo melhor definido como um estilo de viagem que preza pela sustentabilidade e interação benéfica entre viajantes e moradores.

Muitas pessoas, ao programarem uma viagem, até se preocupam em visitar locais que têm iniciativas de preservação ambiental, mas se esquecem de pensar sobre o impacto que a atividade tem sobre as pessoas que vivem ali.

Afinal, a chegada dos turistas é importante para os trabalhadores locais?

Eles terão mais renda e desenvolvimento?

Sob o olhar do turismo sustentável, não é tão interessante se um hotel em meio à natureza, e que toma todas as medidas para evitar a degradação, tem em seu quadro de funcionários várias pessoas de fora daquela região.

Por que o turismo sustentável é tão importante?

O turismo sustentável é muito importante no Brasil e no mundo devido à forma ampla como ele aborda essa atividade, reconhecendo que a boa experiência do viajante é importante, mas preocupando-se com o meio ambiente e a vida da comunidade.

Em resumo, essa atividade tem o poder de gerar menos impactos negativos para a natureza e para as pessoas. O viajante sempre terá em mente a importância de estar em harmonia com o meio ambiente, a comunidade e as tradições locais.

Quais são os pilares do turismo sustentável?

Quem trabalha ou deseja trabalhar com turismo sustentável no Brasil precisa que esse termo fique bem claro. Então, uma forma de elucidar ainda mais o conceito é falando um pouco sobre seus três pilares.

Ambiental

Esse é o pilar mais conhecido e difundido. Pois, vivemos em um mundo de recursos finitos, então é nossa missão preservar o que ainda nos resta. Isso inclui, por exemplo, criar medidas para que as pessoas possam visitar os locais causando o menor impacto possível.

Algumas atitudes simples podem gerar grandes benefícios, como a proibição da entrada com embalagens plásticas em áreas de preservação, o que já está sendo adotado em alguns países.

Mas, a preocupação ambiental não deve se resumir apenas a áreas naturais. Mesmo no meio da cidade podemos encontrar ideias que representam muito bem esse pilar do turismo sustentável, como um hotel que usa energia solar e empresas que transportam os turistas em veículos que geram menos poluição.

Pilar econômico

O turismo sustentável no Brasil é muito importante para empregar pessoas que, sem essa fonte de renda, teriam sérias dificuldades. Mas, para que esse pilar funcione da melhor forma, os turistas devem estar cientes de como seu apoio aos negócios locais é indispensável.

Nesse sentido, as próprias empresas de turismo podem incentivar os viajantes a consumirem aquilo que é comercializado na comunidade, seja nos restaurantes, feiras de artesanatos e durante os passeios, em que é possível contratar guias locais, que serão os maiores conhecedores da cultura  e História do lugar.

Essas atitudes evitam que grandes empresas, muitas vezes estrangeiras, tirem oportunidades da comunidade ao oferecer os famosos pacotes “all incluse”, em que, muitas vezes, os maiores beneficiados não são as pessoas que moram ali.

Pilar social

Há muitos lugares para visitar no mundo inteiro, com povos que possuem culturas ricas e estão cheios de histórias e ensinamentos para contar.

Assim, o pilar social do turismo sustentável mostra a importância de o viajante estar integrado com a comunidade visitada, conhecendo mais sobre seus costumes, consumindo seus produtos artesanais e absorvendo qualquer conhecimento que eles queiram passar.

Dessa forma, o viajante acaba se tornando um difusor daquela cultura, ajudando a atrair novos interessados, gerando riqueza para a região e consequentemente, contribuindo para a sua preservação.

Qual a diferença entre turismo sustentável, responsável e ecológico?

Bicicletas ajudando no turismo sustentável

Ao tentar entender o que é e como funciona o turismo sustentável no Brasil, você com certeza vai esbarrar em outros dois conceitos: o turismo ecológico e o responsável.

Para diferenciá-los, vamos começar com o turismo ecológico ou ecoturismo, que é um nicho do turismo em que os viajantes ficam em contato com a natureza, seja fazendo trilhas, hospedando-se em hotéis localizados em florestas ou visitando áreas preservadas.

Como esse contato direto é o grande atrativo desse tipo de turismo, isso ajuda a preservar o meio ambiente, embora nem sempre seja um dos objetivos principais. Pois, trata-se de uma exploração de algo natural com objetivos financeiros, mas sem a preocupação econômica e social, que busca promover uma troca vantajosa entre viajantes e moradores, como acontece no turismo sustentável.

Já o turismo responsável pode confundir muita gente devido à sua semelhança com o turismo sustentável. 

Para começar, o turismo responsável foi definido em 2002 pela Declaração de Cape Town durante a cúpula mundial do desenvolvimento sustentável.

Ele nasceu como um caminho para a sustentabilidade e tem como principal ideia criar, primeiramente, lugares melhores para as pessoas viverem, em seguida tornar esses lugares melhores para as pessoas visitarem.

Essa definição já dá uma ideia sutil das diferenças para com o turismo sustentável. Pois, apesar de ambos estarem apoiados nos pilares econômico, ambiental e cultural, o turismo responsável tem como foco principal o desenvolvimento econômico local como forma de beneficiar a comunidade.

Sendo assim, ambos os modelos de turismo estão preocupados com questões mundiais importantes, mas a versão responsável concentra-se nos impactos locais e busca soluções rápidas para problemas específicos de algum destino visitado pelos turistas.

Veja alguns dados sobre o turismo sustentável no Brasil e no mundo

No Brasil

Para mostrar como o turismo sustentável no Brasil tem ganhado importância, podemos analisar alguns números interessantes:

  • Em 2018 o Brasil ficou em 7º lugar em um ranking da The Economist que analisou o turismo sustentável em 10 países. Os pontos positivos destacados foram o bom uso da água, os níveis de emissão de CO2 e a qualidade do ar. Por outro lado, perdemos pontos devido à crise política e econômica, a violência e a infraestrutura para receber os turistas.
  • Uma pesquisa mostrou que 61% dos jovens brasileiros se preocupam em procurar acomodações mais sustentáveis durante suas viagens, enquanto 65% estão preocupados em como seus passeio afetam o meio ambiente.
  • O turismo sustentável no Brasil pode ganhar mais força, pois os números mostram que 89% dos brasileiros buscam relaxamento mental durante as viagens e 61% não estão interessados em locais extremamente conhecidos e que recebem muitos turistas.

No mundo

Quando pensamos no turismo sustentável a nível mundial, existem alguns números que podem nos fornecer um panorama geral da situação:

  • O setor de turismo é responsável por 10% do PIB. A Organização Mundial do Turismo pretende chegar a 2030 com um fluxo de 1,8 bilhão de turistas internacionais e destaca a importância de promover atitudes sustentáveis nos viajantes.
  • A Organização Mundial do Turismo faz premiações anuais para boas práticas de turismo sustentável. Todos os anos são centenas de propostas de vários países. A título de curiosidade, em 2019, foram 190 ideias recebidas, provenientes de 71 países.
  • O tema é tão importante que em 2017, a ONU declarou o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento.

Como trabalhar com turismo sustentável e responsável no Brasil? 

O Brasil é um país com um gigantesco potencial e com ótimas oportunidades para desenvolver o turismo sustentável. Uma forma de começar a trabalhar com esse estilo de turismo é observar exemplos que deram certo.

Podemos citar a cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, em que os turistas podem visitar paisagens de tirar o fôlego, como grutas, cavernas e lagos, e entrar em contato com a comunidade local.

Outro ponto interessante de Bonito é que foi desenvolvido um sistema digital que controla o acesso dos visitantes nas principais atrações, evitando que um número alto de pessoas possa causar alguma degradação. Se você tem uma empresa de passeios e atrativos em Bonito, saiba que o Paytour já tem integração com o BTMS, por isso você conseguirá ter sua loja online facilmente conosco.

Já na cidade de Maceió, Alagoas, surgiu o projeto “Alagoas feita a mão", que espalhou na orla diversas esculturas de artistas da cidade.

Esse é um exemplo extremamente genuíno do turismo sustentável no Brasil, pois coloca os turistas em contato direto com a cultura e o trabalho dos moradores locais, promovendo uma troca valorosa para ambos.

Uma referência bem interessante de turismo responsável é o "Paraíso Anikauai", que fica na Baía da Traição/PB. Lá há o respeito e fomento a cultura indígena. Onde se tem uma preocupação em manter viva a cultura, como também o desenvolvimento e apoio econômico a toda comunidade (o turista é estimulado a realizar passeios, refeições e comprar pequenas lembranças, para que a economia possa circular nos povos indígenas).

Sendo assim, devemos entender bem os pilares que  formam o turismo sustentável no Brasil e ter em mente a conscientização dos viajantes, sempre tentando educá-los de forma sutil sobre a importância de preservar o meio ambiente e contribuir com as comunidades visitadas.

Já quem possui empreendimentos no local, precisam dar oportunidades de emprego, e capacitações, para que as pessoas da região mostrem o seu valor.

Há incentivos governamentais para o turismo sustentável no Brasil?

Roteiro de viagem de turismo sustentável

Ainda pouco se ver do governo federal quanto à incentivos valorosos para fortalecer o turismo sustentável.

Um ponto positivo ocorreu em 2006, quando o turismo em ambientes naturais no Brasil ainda significava precariedade, desconfortos e riscos desnecessários. Hoje em dia, após O Programa Aventura Segura - PAS já não precisa mais ser assim. A emoção e aventura continuam, mas agora o ecoturismo e turismo de aventura podem ser sinônimos de descobertas, diversão e segurança para todos os amantes da vida ao ar livre. É turismo com gestão, procedimento, Normas e qualificação. Iniciado em 2006, o programa foi resultado de uma parceria entre a ABETA, o Ministério do Turismo e o Sebrae Nacional e contribuiu para o desenvolvimento turístico de 17 regiões do Brasil, em 13 diferentes Estados, que passaram a ter o ecoturismo e o turismo de aventura como fonte de desenvolvimento econômico qualificado, certificado e estruturado localmente.

Uma campanha realizada recente pelo Governo foi a Retomada do Turismo. Com a crise gerada pela pandemia do Coronavírus, o setor sofreu baixas, por isso o governo federal lançou em 2021 a campanha: Viaje pelo Brasil. Foi uma tentativa de retomar o turismo local.

Um dos focos da campanha era justamente o turismo mais próximo à natureza, explorando as belas paisagens existentes em nosso país, principalmente em locais que ainda são pouco conhecidos, ajudando a movimentar a economia local.

Afinal, viajar é uma das melhores coisas da vida e, para que possamos fazer isso sem prejudicar a natureza e valorizando aqueles que dependem desse tipo de atividade, o turismo sustentável é uma ótima saída.  

Os números mostram que podemos ficar esperançosos de que as pessoas se tornarão cada vez mais conscientes, entendendo a importância de conhecer novos lugares e culturas de uma forma harmônica e relevante para todos os envolvidos. Afinal, de beleza natural e cultura vasta o Brasil entende.

Compartilhe esse post
Irineu do Paytour
Irineu do Paytour
Analista de Marketing e Comunicação do Paytour.

Outros artigos que separamos para você

Saiba como e porquê investir no turismo religioso!

O turismo religioso pode ser uma ótima porta de entrada para empreendedores no mercado turístico. Saiba tudo sobre isso aqui neste artigo!

LEIA MAIS →

Confira como inserir e comercializar produtos em sua loja online de passeios turísticos

Talvez você ainda não saiba, mas através do sistema Paytour também é possível a inserção de produtos na sua loja online de passeios turísticos e/ou entretenimento, dando a possibilidade de mais vendas no seu e-commerce, para que o seus clientes tenham acesso a esses produtos e possam comprá-los. Para inseri-los, ao acessar o menu do […]

LEIA MAIS →

Descubra as 6 principais tendências do mercado turístico para os próximos anos

Neste artigo você vai entender como e porque 6 das principais tendências do mercado turístico atual estão moldando esse setor.

LEIA MAIS →
Você é do turismo e não vende online?
Clique aqui que a gente te liga

Solução

Acompanhe nossas redes sociais

Fale com a gente

Comercial

[email protected]

Avaliações

Credenciado

Credenciado

Aceleração

Desenvolvido por Paytour